Como manter a segurança dos dados após a saída de colaboradores

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on reddit
Share on whatsapp

Um grande dilema que as empresas enfrentam com relação à Gestão de Acessos Privilegiados, é o fato de que, muitas vezes, não é possível centralizar as contas dos usuários em um único serviço de diretório; como por exemplo, no Active Directory da Microsoft, um dos mais utilizados.

Em ambientes mistos (Linux e Microsoft), o processo de integração de autenticação de servidores Linux no Active Directory ainda é um processo que necessita de amadurecimento, pois problemas como a perda de relação de confiança com o domínio são constantes. 

O que você vai ver neste post

Contas locais: um paliativo ao serviço de diretório centralizado

Então, para não utilizar uma credencial genérica, normalmente os administradores recorrem à criação de contas locais. Com isso, soluciona-se a não utilização de credenciais genéricas, mas outro problema é criado: a complexidade para administrar as contas locais, dispersas pelos servidores.

Desabilitando credenciais privilegiadas

Por exemplo, quando um colaborador é desligado ou um terceiro deixa de prestar serviço, é aconselhado que o administrador varra os servidores em busca de possíveis credenciais a serem bloqueadas.  

Normalmente é um processo manual, suscetível a falhas humanas e, normalmente, com risco de deixar alguma credencial privilegiada ativa. 

Conheça 7 dicas para manter a segurança dos dados após a saída de colaboradores:

  1. Excluir permanentemente os dados dos dispositivos móveis que acessavam os dados corporativos

Existem softwares no mercado que possibilitam remover remotamente os dados do dispositivo do usuário, possibilitando que a Organização resete todo o dispositivo ou apague apenas os dados, aplicativos e credenciais que o ex-colaborador utilizava.

  1. Revogar o acesso à recuperação de senha

Outra medida de segurança é a remoção do endereço de e-mail e o número de telefone de recuperação do ex-funcionário, para que ele não use o recurso de reaver a senha para acessar a conta antiga dele.

  1. Alterar a senha do usuário

O administrador de TI pode usar seu privilégio de superusuário para alterar a senha do ex-funcionário e, assim, evitar o acesso não autorizado à sua antiga conta.

  1. Revogar todos os tokens de aplicativo OAuth 2.0

Alterar a senha de um usuário também revoga os tokens OAuth 2.0 emitidos para acessar alguns aplicativos. É prudente que todos os acessos autorizados sejam analisados e revogados os aplicativos autorizados.

  1. Redefinir os cookies de login do usuário

Esta ação ajuda a reduzir o risco de acesso não autorizado.

  1. Revogar o acesso a chaves de segurança e senhas de aplicativo

É sensato que o administrador de TI invalide todas as chaves de segurança ou senhas específicas de aplicativos que o ex-colaborador acessava.

  1. Excluir a conta do usuário

Também é aconselhável que o administrador de TI transfira todos os dados do ex-funcionários para salvar em outra conta, e em seguida, exclua a conta original. Desta forma, garantirá que o usuário não acessará os dados da sua Organização.

Existe outro modo para facilitar o trabalho do administrador de TI na remoção de acessos privilegiados?

Utilizando uma solução de gestão de acessos privilegiados, como a VaultOne, é possível otimizar este cenário:

  • Primeiramente, é possível fazer uso de credenciais genéricas, pois o usuário não terá contato com a senha;
  • Acessos envolvendo uma credencial genérica poderão ser rastreados e auditados através da solução de PAM da VaultOne, inclusive identificar o usuário que usou determinada credencial genérica (seja pelos logs fornecidos pela ferramenta, seja pela gravação em vídeo das sessões, também disponível na plataforma VaultOne).
  • Além disso, pelo fato do usuário não ter contato com a senha, basta apenas bloquear a conta do usuário dentro da VaultOne, que será garantido que o usuário não terá mais acesso aos recursos da empresa; facilitando o processo de administração da infraestrutura e mitigando possíveis falhas humanas.

Como podemos ajudar

O VaultOne é uma solução de gerenciamento de privilégio de contas, que soluciona problemas de segurança centralizando as senhas em um “cofre”, permitindo que os usuários acessem recursos (servidores, computadores, contas sociais) sem a necessidade de uma senha.

Em vez de confiar todos os recursos a várias senhas, um administrador pode criar uma conexão segura entre o usuário e o recurso, não necessitando de VPNs.

Fale hoje mesmo com nossos especialistas e conheça como a VaultOne pode proteger suas informações e facilitar a administração de credenciais privilegiadas. 

ACOMPANHE
nossas redes

RECEBA NOTÍCIAS
no seu e-mail