logo

Select Sidearea

Populate the sidearea with useful widgets. It’s simple to add images, categories, latest post, social media icon links, tag clouds, and more.
[email protected]
+1234567890

Lições que a crise nos ensinou

A pandemia trouxe muitos impactos econômicos, políticos, sociais e na saúde, impondo um isolamento à bilhões de pessoas, no mundo todo. Enquanto tentavam se adaptar à nova realidade, muitas pessoas sofriam com o desemprego, inflação, endividamento e doenças, fazendo com que mudassem seus hábitos em busca de alternativas para superar a crise. Mas que lições podemos extrair de tudo isso?


Como indivíduos, a crise ensinou que as pessoas devem se atentar aos seguintes aspectos para ter uma vida equilibrada:

Social:

  • Ter empatia com o próximo: estar em isolamento significou proteger a família, os vizinhos, os idosos; renunciar à liberdade individual em prol de uma causa maior;
  • Valorizar momentos especiais, passando mais tempo de qualidade com a família;
  • Cuidar da saúde (física e mental).

Financeiro:

  • Controlar o consumo: pesquisar os preços antes de comprar, gastar somente o necessário;
  • Cortar gastos e evitar o desperdício.

Empreendedor:

  • Inovar, buscar novas fontes de renda, reinventar-se;
  • Desenvolver novas habilidades.

Tecnológico:

  • Quebrar o paradigma que não acreditava na possibilidade do trabalho home-office ter êxito.
  • A crise foi a oportunidade que as empresas precisavam para avançarem para a tão falada Transformação Digital, comprovando que a principal barreira para a não adoção da tecnologia era mais psicológica do que real, pois o trabalho remoto mostrou ser até mais produtivo do que no escritório.

Como Organizações, os desafios e aprendizados foram mais intensos e focados na sobrevivência e preservação dos negócios.

  • Em situações de crises, empresas não geram receitas, pois não é um momento de crescimento. Torna-se imprescindível ter um plano de gestão de crises que contemple a preservação do caixa para manter o negócio, e muitas vezes até buscar crédito.  
  • Este Plano de Gestão de Crises deve mapear os potenciais riscos e prever ações de respostas às crises, com atividades coordenadas e organizadas. Também é interessante estabelecer dentro da Organização um Comitê de Gestão de Crises para garantir que o planejado seja assertivo. 
  • A Cultura de Risco deve fazer parte da Gestão, pois a crise acontece em momentos inesperados e é importante estar preparado.  
  • Tão indispensável quanto fazer uma boa Gestão de Continuidade de Negócios é ter um Plano de Retomada de Negócios, que possibilidade a empresa passar por momentos difíceis preparada, focada e motivada, e voltar ao normal, sustentada por uma boa Governança. 
  • Outra lição que a crise proporcionou para as empresas é com relação à otimização de processos, principalmente os de segurança, para fechar as brechas na rede e evitar incidentes. Isso requer atenção para os seguintes pontos: conhecer a infraestrutura, para identificar o modelo de gerenciamento mais eficiente para o porte do negócio; monitorar a rede de forma proativa, registrando digitalmente todas as ações e problemas para tomar decisões estratégicas para proteger as informações; manter-se em conformidade com os requisitos de auditoria; e por fim, ter uma Política de  Segurança que administre bem todos os elementos envolvidos (pessoas, recursos e processos).

A VaultOne otimiza os processos de segurança, automatizando-os e realizando todo esse monitoramento e gerenciamento, inclusive gravação e rastreamento de sessões, fornecendo material para auditoria e conformidade.

Fale hoje mesmo com nossos especialistas e veja como otimizar os processos de segurança do seu negócio.